Torneio do Guadiana: Benfica bate Olhanense e conquista troféu

Os ‘encarnados’ venceram o clube algarvio por 2-1 na final, depois de terem estado em desvantagem.

O Benfica conquistou sábado a IX edição do Torneio Internacional do Guadiana, ao bater o Olhanense por 2-1 na final, depois de ter estado em desvantagem no jogo disputado em Vila Real de Santo António.

Os benfiquistas, que desperdiçaram um penálti na primeira parte, deram a reviravolta ao golo de Ukra (62 minutos, de grande penalidade), com tentos de Cardozo, aos 64, e Miguel Vítor, aos 92.

A fase de estudo entre as duas equipas – o Benfica com três reforços no ‘onze’ e o jovem Roderick – prolongou-se por muito tempo na primeira metade, com a bola demasiado presa a meio-campo, sem chegar perto das duas balizas.

Um remate de Zequinha ao lado, para os algarvios, aos 08 minutos, e um cabeceamento por cima de Roderick, para os ‘encarnados’, aos 23, foram os únicos lances de perigo a quebrar a monotonia.

Acusando o desgaste físico do duelo com o Anderlecht, 24 horas antes, o Olhanense deixou o Benfica assumir o controlo da partida, com os lisboetas a falharem nesse período uma oportunidade clara.

Aos 27 minutos, Nuno Almeida assinalou grande penalidade por alegada falta de Carlos Fernandes sobre Aimar, mas o guardião Bruno Veríssimo defendeu o “tiro” do paraguaio Cardozo.

Os algarvios ressurgiram com maior dinâmica nos últimos minutos da primeira parte e o fulgor do conjunto recém-promovido à Liga principal prolongou-se depois do intervalo.

Ukra desperdiçou flagrante ocasião, aos 53 minutos, quando se isolou perante Quim, mas atirou por cima, e Castro concluiu para defesa de Moreira, com a bola ainda a roçar a barra, aos 61.

Na sequência do respectivo canto, aos 62 minutos, o árbitro assinalou mão de Roderick na grande área e Ukra não desperdiçou, convertendo a respectiva grande penalidade.

Dois minutos depois, o Benfica chegou à igualdade: Aimar assistiu Cardozo que, dentro da área, já em queda, rematou à meia volta com o pé esquerdo, sem hipóteses para Ventura.

Com o empate, os ‘encarnados’ voltaram a assumir o domínio da partida, criando várias ocasiões de golo, nomeadamente, por Fábio Coentrão (78 minutos) e Nuno Gomes (82).

No segundo minuto de compensação, o guardião Ventura defendeu um livre de Carlos Martins e a recarga de Nuno Gomes e, na sequência do canto, Miguel Vítor consumou a terceira vitória do Benfica na pré-época, com um desvio de cabeça certeiro.

Lusa

Fonte: http://aeiou.expresso.pt/

Advertisements

0 Responses to “Torneio do Guadiana: Benfica bate Olhanense e conquista troféu”



  1. Deixe um Comentário

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s





%d bloggers like this: